sábado, 3 de setembro de 2011

Equivalência de diplomas...continuação...

Salut :)

Como a maioria dos blogs amadores viram tipo um "diário", com o meu não está sendo diferente, rsrs, até porque acabam os assuntos sobre imigração e começam as novidades das primeiras experiências do pós imigração.

O assunto equivalência é  uma novela para a maioria das pessoas que o faz e  os fututos imigrantes enfermeiros ficam curiosos para saber, na real, como tudo isso se passa. E dizer que o meu processo também está demorando um pouquinho a mais do que eu planejei, rsrs

Vou relembrar rapidinho que as enfermeiras formadas fora do Québec são obrigadas a fazer o tal curso de adaptação, curso que vai torná-las aptas a exercer a profissão de enfermagem por aqui.

A novidade é que eu fui aprovada na entrevista do cégep Limoilu em Ville de Québec para a turma que começa dia 12 de setembro agora. Passei também no exigente exame do cégep Édouard Mont-Petit, em Longueuil, mas para a turma que vai começar dia 05 de dezembro. A duração do curso em Ville de Québec é de 5 meses e em Longueuil é de 7 meses. Dois meses a mais de curso, para mim não faz mal, pois gosto de estudar (desde que não seja por muito tempo, rsrs). O difícil nesse momento é esperar por mais 3 meses o início da adaptação de Longueuil e como não estou com sac...paciência  :)  para esperar mais, estou arrumando as minhas malas para ir para Ville de Québec.
Mas, ainda tenho a chance de ser chamada para a turma de 12 de setembro do  cégep de Longueuil, se tiver desistências...paciência...rs

Assim que passar uns 20 dias de curso, volto a postar para dizer as minhas impressões  e qual cégep escolhi :)

Vou fazer um breve resumo do exame do  cégep Édouard Mont-Petit, de Longueuil.

Voilà: parte da manhã - apresentação do curso pela sua cordenadora e em seguida, uma prova em francês sobre tipo "estudo de caso". Eles apresentam a
situação de um paciente e você diz qual a sua abordagem.
Por exemplo: dão os sinais e sintomas de um paciente com infarto agudo do miocárdio e perguntam o que o paciente tem e o que você deve fazer.
Outro exemplo: dão o caso de um paciente com sinais e sintomas de hipo ou hiperglicemia e perguntam o que é e o que você deve fazer. E qual a diferença entre as duas.
Pedem um monte de questões sobre cálculos com decimais (que ódio!!!) e  seis questões sobre você (suas experiências profissionais).

Parte da tarde: testam o seu nível de francês.  
Exemplo: leitura de um texto e das respectivas perguntas (por uma senhora) para você somente responder (pura compreensão oral). Outro texto: agora você lê e responde as questões (texto gigante, por sinal), compreensão de texto. E para fechar com chave de ouro, a intragável "redação" :) com 200 ou mais palavras, arghhhhhh!!! Ah! Mas é lógico que eles te ajudam!!! Eles te dão o tema! rsrs, hahaha, kkkkk

Vou parar por aqui porque estou começando a ficar com meu "humor negro", rsrs
Não é mole não!!!

Até breve. Abraços

6 comentários:

lucianapozelli@hotmail.com disse...

Lucinei

Parabéns!
Esta etapa pareceu bem difícil mesmo, mas o importante é que conseguiu
Um abraço,
Luciana

Lucinei disse...

Obrigada, Luciana. Espero que no ano que vem, em julho, esteja contando aqui o final da adaptação :)

Bjs

Nossa Terra Prometida disse...

Oi, Lucinei!!
Parabens pelas etapas conquistadas viu? Acho muito legal ver o seu progresso profissional ai!
Por aqui, a espera continua..
Bjs

Lucinei disse...

Nossa Terra Prometida, salut :)

Obrigada! Sei que essa espera aí também é lenta que só, :)

Abraços

Cristina disse...

Oi Luciene, td bem?
Sou cristina, moro no Brasil, ou enfermeira há 29 anos e tenho uma sobrinha recém formada que gostaria de se aventurar (no bom sentido)...aí no Canadá...
Depois de toda esta parafernalha, o salário compensa?

Lucinei disse...

Cristina...o salário...bem...

Olha só, depois de passar na prova da ordem das enfermeiras (sim, tem prova para se ingressar, como a OAB aí no Brasil, o salário é bom sim, nada espetacular.. mas, junto ao seu salário, somam-se várias coisas como: educação, qualidade de vida, tolerância zero à violência, vc pode andar tranquila sem medo de ser assaltada...tem coisas que não tem preço :)

Abr
Lucinei