sexta-feira, 15 de abril de 2011

Reportagem brasileira sobre imigração pro Canadá

Bom dia Brasil :)

Tentei não me expressar sobre esse assunto, mas...não aguentei...e...

Voilà!!!

O Bom Dia Brasil do último dia 13 levou ao ar uma reportagem sobre imigração pro Canadá, mais precisamente pra província de Québec.
Eis que o Québec enviou ao Brasil uma equipe (para vender o peixe deles :)), do Ministério da Saúde do Québec com o objetivo de recrutar enfermeiros formados, maior carência profissional da província. Disseram que todos os hospitais da província tem vagas para enfermeiros e que os salários vão de R$ 5 mil até R$ 10 mil (disseram reais, mas acho que é dólar canadense) por mês, além de todos os direitos de um cidadão canadense.

Veja abaixo parte da reportagem:

"Muitos foram ouvir os representantes do Ministério da Saúde de Quebec. Hoje o objetivo é recrutar enfermeiros formados, a maior carência profissional da província canadense. Todos os hospitais do estado têm vagas para enfermeiros. Eles oferecem salários que vão de R$ 5 mil até R$ 10 mil por mês, além de todos os direitos de um cidadão canadense."

"Primeiro, a população enriquece e depois envelhece. Essa costuma ser a sequência na história da civilização. Esse é o problema de Quebec. Em 2030, 27% das pessoas terão mais de 65 anos de idade. Faltam jovens que garantam a continuidade do trabalho e da vida."

Disseram também que ainda há vagas para bioquímica, engenharia civil, estatística, administração e contabilidade. Ressaltaram que a formação deve ser de tecnólogo ou universitária, conhecimentos da língua francesa e ter até 35 anos de idade. Dão boas vindas às famílias formadas, principalmente as com filhos.

Tudo que o representante da província do Québec disse está certo. Concordo. Mas algumas coisas ficam a ser ditas.

Agora, pausa para reflexões rsrs

*Só pra quem não sabe, sou ENFERMEIRA também e estou aqui no Québec há 8 meses. Comecei meu processo na OIIQ (ordem das enfermeiras e enfermeiros do Québec) ainda no Brasil...o processo no l'OIIQ caminha beeeeeem lento. :) Então, comece ainda no Brasil a separar a papelada.

* Não faça planos de chegar aqui e começar o curso de integração de imediato. Não depende de você. Depedende da OIIQ.

* Esteja preparado emocionalmente pra possibilidade de ficar "na gaveta" por algum tempo:3, 4, 5, 6 meses... antes de começar o curso de integração. Nesse meio tempo, você deverá estar aperfeiçoando o francês, o inglês, etc.

*Saiba que terá de disputar com enfermeiros do mundo inteiro uma vaga no Cégep (insituição onde é oferecido o curso de integração à profissão de enfermagem).

* Pode acontecer de reprovar na prova? Pode. Mas, pode também tentar nos outros Cégeps. O chato é que terá de se mudar para a cidade onde fará o curso. Por exemplo: se você mora em Montréal e foi reprovado no Cégep daqui, pode ainda tentar no de Longueuil, que é uma cidade do lado de Montréal, sem precisar se mudar. Mas, se for para Ville de Québec ou outra cidade, terá que se mudar porque a cidade fica bem longe. Se não me engano, tem Cégep com esse curso em 6 cidades do Québec. Pode ir tentando até conseguir, e lembrando que a prova é em francês.
Após ser aprovado na prova, tem uma entrevista e após esta, começa o curso que dura em média 5 meses.

* Tem que fazer a prova do l'OQLF (Office québecois de la langue française), que mostrará que você tem domínio da língua francesa para exercer a sua profissão.

*Após todas as etapas anteriores, você fará sua inscrição na OIIQ. Poderá começar a trabalhar como CEPI (candidata ao exercício da profissão de enfermeira). Realmente, nesta fase, não terá dificuldades para arrumar emprego.

* Terá que fazer a prova da OIIQ, que te dará o "título" de enfermeira. Ela te enviará pelo correio uma carta avisando a data da prova. Você terá 3 chances. Se reprovar nas três, fica proibido de exercer a profissão aqui no Québec.

POSTEI ALGUMAS COISAS QUE NÃO SÃO DITAS POR NINGUÉM DO GOVERNO CANADENSE.
NÃO QUERO DESANIMAR NINGUÉM, MAS MOSTRAR COMO ALGUMAS COISAS SÃO AQUI, NA REAL.
QUANDO VOCÊ SABE O QUE TE ESPERA DO OUTRO LADO, FICA BEM MELHOR E MAIS FÁCIL PARA ALCANÇAR SEUS OBJETIVOS.

Estou dizendo isso porque muita gente pensa que é só chegar, ter um nível intermediário de francês e se inscrever na ordem das enfermeiras do Québec para começar a trabalhar. Venham conscientes para não se frustrarem.

Eu também estou curtindo esse tempo de gaveta, rsrs, mas não desanimei . Aaahhh, tááá boooommm! Desanimei sim! Mas foi só por 1 minuto. :) Após, estava animada de novo. Nesse processo não cabe desânimo, senão a gente volta mesmo.
Aguardem as cenas do próximo capítulo...rsrs

O post está ficando imeeeenso... prometo pesquisar e escrever mais coisas referentes à profissão de enfermagem aqui no Québec.

 Quem quiser discordar, fique à vontade. Esse post é mais um ponto de vista pessoal mesmo...

Abraços e coragem :)

Vídeo que mostra o representante do governo do Québec em palestra no Brasil. Só clicar.

5 comentários:

Fernanda Furtado disse...

OI, Luciane!
Tudo bem?!!?? Nossa foi muito bom encontrar o teu blog, moro em Curitiba e sou estudante de Enfermagem pela PUC-PR... e tivemos palestras do consulado de Quebec, referente a esta resportagem, o que tudo parece ser muito fácil, né?!??
Estou pensando na possibilidade de migrar para Quebec depois de formada, estou iniciando o curso de Francês e vivo fuçando coisas na internet que possa me ajudar referente a meus planos. rsrs
Vou ficar lendo mais seu blog, não sei se você tem facebook... mais quero manter contato se não se importar... tenha uma otima semana, Joyeuses Pâques!!!! abraços.

.amanda + michel. disse...

Olá Lucinei, tudo bem?
Andei procurando pelo blog seu e-mail mas não encontrei. Ando com algumas dúvidas sobre imigração e queria saber se você poderia me ajudar.
Desde já agradeço.
Beijos
Amanda
(amandagcarrico@yahoo.com.br)

Fernanda Furtado disse...

Desculpas!
Lucinei...acabei escrevendo seu nome errado, Sorry!!! bjs

Anônimo disse...

Antes de tudo, parabéns pelo blog!
Eu gostaria de saber se ai tec em enfermagem é requisitado. Obrigada

Tathinhape@hotmail.com

Anônimo disse...

OLA PARABÉNS PELO BLOG E POR NÃO DEIXAR ELE ACABAR,APOS A IMIGRAÇÃO ISSO ACONTECE MUITO.
BEM SOU ENFERMEIRA MORO EM MCZ ESTOU INICINADO FRANCES E QUERENDO IMIGRA COM MEU ESPOSO EM 2012ADOREI AS DICAS SOBRE A REALIDA DA ENFERMAGEM,ESPERO MAIS NOTICIAS.
FIQUEM COM DEUS!

ELIDIANE E REINALDO

elidianemonteiro1@hotmail.com